Trabalhando para sua diversão!
Centro Nacional de Investigação ®
Pagamento Geral dia 30 às 20:00h
Deseja adquirir um cargo na CNI? Contate um dos Supremos.
Tem dúvidas sobre a empresa? Leia nossa Constituição, basta ir em Tópicos Gerais.
Tem dúvidas com relação aos Acessórios permitidos na empresa? Temos um tópico especialmente para isso, confira.
Palestra Pública - Aos domingos 14:00, realizada pelo Núcleo de Conhecimento CNI.
Estatísticas
Temos 59 usuários registradosO último usuário registrado atende pelo nome de Sra.FlowerOs nossos membros postaram um total de 42 mensagensem 30 assuntos
Top dos mais postadores
34 Mensagens - 79%
3 Mensagens - 7%
2 Mensagens - 5%
2 Mensagens - 5%
1 Mensagem - 2%
1 Mensagem - 2%

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
Admin
Mensagens : 34
Data de inscrição : 20/12/2016
Ver perfil do usuáriohttp://cniofc.forumeiros.com

Estatuto da CNI®

em Ter Dez 20, 2016 9:06 am
Estatuto da CNI®



Capítulo 1 - Geral
Artigo 1º

(Polícia CNI)
O Centro Nacional Investigativo é uma polícia habbiana empenhada na educação dos seus policiais para se tornarem em melhores cidadãos.

Artigo 2º
(Membros da CNI)
Todos os membros da Polícia CNI são obrigados a cumprir todas as regras estabelecidas neste estatuto a partir da sua entrada em qualquer cargo da polícia.

Artigo 3º
(Habbo Etiqueta)
Como, principalmente jogadores do Habbo Hotel, todos os membros da Polícia CNI são obrigados a cumprir todas as regras estabelecidas pela empresa Sulake Corporation Ltd sobe pena de punição em caso de desrespeito.

Artigo 4º
(Respeito)
Todos os membros da comunidade CNI são obrigados a respeitar todos os usuários da comunidade habbiana, independentemente da cor, religião ou qualquer outro fator.

Artigo 5º
(Linguagem negativa e agressiva)
De acordo com a Habbo Etiqueta, é proibido o uso de linguagem depreciativa, calúnias envolvendo observações negativas, comentários racistas, de preferência sexual, religião, credo ou outro, sobe pena de punição.

Artigo 6º
(Fora de base)
Os Artigos 1º ao 5º são aplicáveis a situações fora das bases e de qualquer quarto da propriedade da Polícia CNI.

Artigo 7º
(Território)
Considera-se território ou quartos da Polícia CNI todos aqueles que têm alguma função, objetivo ou propósito à CNI independentemente do proprietário do quarto.

Capítulo 2 - Trabalho
Artigo 8º
(Flood, spawm ou anúncio)
Spamming, inundações, propaganda ou qualquer outro método ou alternativa para benefícios ou não, são extremamente proibidas, exceto com autorização prévia dos Supremos ou do comandante da base.

Artigo 9º
(Trabalho militar)
Um trabalho militar indica fidelidade e não é limitado a outros serviços militares, a máfias ou forças policiais. Ao envolver-se em outro departamento militar, como negligência os valores de lealdade e compromisso para a Polícia CNI, será demitido sem pré-aviso.

Artigo 10º
(Emblema, missão e uniforme)
Em todo o território da Polícia CNI, é obrigatório o uso dos seus meios de identificação policial: uniforme, missão e emblema da respetiva patente e que estejam de acordo com o relatório de promoções do fórum em vigor.

Artigo 11º
(Modo online/offline)
Todos os membros da Polícia CNI, a partir da patente de sargento, são obrigados a usar o modo online de modo a salvaguardar a segurança de todos os membros da polícia e dos seus quartos. O modo offline será só permitido com autorização prévia da Corregedoria.

Capítulo 3 - Território
Artigo 12º

(Bases)
As bases da Polícia CNI são o principal quarto deste orgão. A entrada neste quarto está liberada a qualquer membro da Polícia CNI, e liberada a saguão a todos os membros da comunidade habbiana que respeitem o Artigo 3º deste estatuto.

Artigo 13º
(Quartos adjacentes)
Todos os quartos que têm, de algum modo, auxílio ou função à Polícia CNI são liberados apenas a membros da Polícia CNI, exceto com autorização prévia de um membro da Corregedoria.

Artigo 14º
(Aliados)
Os aliados da Polícia CNI são membros de outras organizações policiais ou militares que estão autorizados a entrar nos quarteis da CNI, possibilitando ainda que auxiliem alguma função na base em caso de escassez de funcionários.

Capítulo 4 - Fórum
Artigo 15º

(Fórum)
O Fórum em vigor (cniofc.forumeiros.com) é propriedade da Polícia CNI e deve ser usado de forma exclusiva à Polícia CNI. Todas as regras presentes neste estatuto incluem-se igualmente ao fórum.

Artigo 16º
(TAG)
As TAGs que se encontram na missão de cada policial da CNI, corresponde a uma página de identificação no fórum. Cada policial deverá usar na missão a página que confirme a veracidade da sua patente.

Artigo 17º
(Ouvidoria)
Oficiais com cargo acima de Capitão, com objetivo de ouvir e repassar, dúvidas/denúncias/sujestões, ao Comando/Supremacia da Polícia CNI.

Capítulo 5 - Quartel
[Artigo 18º

(Oficial de Comando - OC)
O palanque identificado por um tapete vermelho corresponde ao oficial de comandoque tem como função de monitorizar o funcionamento da base, em geral, proporcionando sempre uma maior organização ao quartel. Apenas policiais com patente igual ou superior a Aspirante-à-Oficial e com o CFO concluído pode assumir esta função.

Artigo 19º
(Oficial de Base - OB)
Identificado pelo palanque com o tapete amarelo, o OB é responsável pela recepção e alavancas e pelos policiais que exercem a mesma. Apenas policiais com patente igual ou superior a Subtenente pode assumir esta função.

Artigo 20º
(Centro/Pátio)
O pátio corresponde à área principal do quartel da Polícia CNI. Todos os membros que se apresentam nessa área estão dispostos a trabalhar.

Artigo 21º
(Sala de controle)
Área responsável pela manutenção de acessos a salas do quartel da Polícia CNI.

Artigo 22º
(Manuseadores)
Os Manuseadores são responsáveis pelo acesso dos policiais a determinadas áreas da base. O manuseador 1 e 2 são responsáveis pela entrada de policiais dentro do quartel da Polícia CNI, sendo o manuseador 1 responsável pela verificação da missão, do emblema e do uniforme e o manuseador 2 responsável pela verificação da fala e missão dos oficiais.

Artigo 23º
(FAL)
O fiscalizador das alavancas, localiza-se em uma poltrona executiva, na área das alavancas, indicado por um tapete vermelho, ele é responsável por supervisionar os manuseadores, tendo ele também, a possibilidade de abrir a porta da ala para que os oficiais possam preencher as alavancas, caso estejam em falta.

Artigo 24º
(Instrutor)
Responsável por aplicar o treinamento dos recrutas, formando-os em Policiais-Militares.

Artigo 25º
(Globos de Aviso.)
Os globos de aviso são parecidos com uma bola de Basquetebol, eles servem para alertar os Instrutores de que há algum recruta há espera da verificação.

Artigo 26º
(Sala de ausência)
A sala de ausência serve exclusivamente para uso dos policiais da CNI a quando têm de se ausentar. De modo, é proibido permanecer na sala de ausência se estiver ativo.

Artigo 27º
(Sala de Promoções)
A Sala de Promoções é o local da base onde decorrem as promoções, os rebaixamentos e outros tipos de avisos e/ou comunicados a ser dado a um policial específico.

Artigo 28º
(Sala Imperial)
A sala imperial é a sala mais importante da base, onde somente membros da comunidade policial da CNI com patente elevada, comandante acima, podem entrar. Todos os convidados e corregedores da CNI estão igualmente autorizados a frequentar a sala, assim como os medalhistas da empresa.

Artigo 29º
(Ala de TI)
A ala de TI é onde os recrutas aguardam pela sua instrução básica na companhia de um Instrutor.

Capítulo 6 - Hierarquia
Artigo 30º

(Hierarquia)
A hierarquia da Polícia CNI é subdividida em duas, sendo a hierarquia militar constituídas por 13 patentes e a hierarquia executiva por 13 patentes.

Artigo 31º
(Respeito pela hierarquia)
Todos os policiais da CNI têm que respeitar todos os membros da Polícia CNI, principalmente, todos os policiais que se encontram, segundo a hierarquia, com uma patente superior.

Artigo 32º
(Hierarquia militar)
A hierarquia militar é constituída por 13 patentes e organizada da seguinte forma:

Comandante Geral
Comandante

Marechal
General
Coronel
Major
Capitão
Tenente
Aspirante a Oficial
Subtenente
Sargento
Cabo
Policial-Militar
Recruta

Artigo 33º
(Hierarquia executiva)
A hierarquia executiva é constituída por 13 cargos e organizada da seguinte forma:

Chanceler
Acionista Majoritário

Desembargador
Promotor
Administrador
Conselheiro
Executivo
Corregedor
Comissário
Secretário
Auditor
Analista
Assessor

Os cargos auxiliares por merecimento são aqueles cargos os quais são conquistados através do esforço, da dedicação e da vontade, e não por promoção. Também é necessário que o oficial esteja na patente exigida para o CAM. Vamos a eles:

Instrutor <INS>: O Instrutor é responsável em dar treinamentos na empresa. Para se tornar um através da hierarquia militar ou judicial, é necessário chegar ao cargo de Subtenente e ter recebido o Treinamento de Capacitação <TC>; passados 3 dias após o treinamento em questão, o oficial pode solicitar a um comandante o recebimento do teste para receber o sub cargo. Esse método não é válido para ex-oficiais, eles devem aguardar 14 dias no cargo e só recebem através da reunião semanal.

Suplência <SUP>: A Suplência tem como função ouvir, amenizar e repassar as reclamações, críticas e sugestões sobre a CNI™, que podem ser referentes a rebaixamentos, promoções, problemas ou melhorias para a empresa. Qualquer oficial começando por Policial-Militar/assessor poderá procurar por um ouvidor para efetuar sua crítica; este pode registrá-la ou resolver alí mesmo (se houver possibilidade).
OBS: Para os oficiais judiciais que comprarem o cargo começando de Executivo, precisarão se tornar <INS> para obter o sub cargo em questão.

Professor <PRO>:

Treinador <TRE>:

Suplência <SUP>:


Sistema de Punições

A supremacia e comando decidem em conjunto quando aplicar punições, após possuir provas suficientes que comprovem a necessidade de orientação aos oficiais. Elas são medidas em níveis e refletem, também, na possibilidade do oficial ser destaque na semana em que apresenta falhas.
OBS: Os níveis de punição só servem de base para o que é decidido entre a equipe.

→ Conversa (leve): geralmente aplicada para casos mais leves e que não precisam ser incluídos à tabela de casos e resoluções. Consiste em alertar o oficial sobre alguma atitude considerada errada. Pode ser feita rapidamente por sussurro/console. A conversa deve ser repassada no chat do Comando;

→ Apresentar-Armas: geralmente aplicada na ocorrência do primeiro caso de um oficial. Consiste em apresentar, explicar e instruir mediante erro cometido. Deve ser feita na sala de promoções. A conversa deve ser repassada no chat do Comando ou Supremacia para inclusão na tabela de casos e resoluções;

→ Retirada de pontos: punição de nível grave. Consiste em apresentar, explicar, instruir e retirar pontos do oficial, deixando-o ciente após isso. Nessa tratativa, o oficial também deverá receber um ultimato, que é, basicamente, avisá-lo que a próxima punição será ainda mais severa. Deve ser feita na sala de resoluções e ser repassada no chat da coordenação para inclusão na tabela de casos e resoluções;

→ Perda do(s) CAM(s): punição de nível grave. Consiste em repassar ao oficial os motivos de tal punição, apresentando todos os casos deste, e em seguida retirar o/os CAM/CAMs. Deve ser feita na sala de resoluções com consentimento da equipe de coordenadores e supremos repassada no chat da coordenação para inclusão na tabela de casos e resoluções;

→ Rebaixamento: punição de nível grave. Consiste em repassar ao oficial os motivos para tal punição, apresentando todos os casos deste, e em seguida rebaixá-lo. O valor de cargos rebaixados pode variar, mediante decisão da supremacia. Deve ser feita na sala de resoluções após consentimento destes. Deve ser repassada no chat da coordenação para inclusão na tabela de casos e resoluções;

→ Desligamento: punição de nível gravíssimo. Consiste no desligamento do oficial das atividades da empresa. Só poderá ser realizada pela supremacia.

* Nivelação dos casos:

→ Leve: nível referente a casos mais brandos, muitas vezes ocasionados por falta de conhecimento e/ou prática. A tratativa neste nível é leve, porém a recorrência de casos será atribuída à falta de atenção, ocasionando uma punição mais grave;

→ Médio: nível referente a casos ocasionados por falta de atenção . A recorrência destes, geralmente na segunda, pode gerar punições como Apresentar-Armas;

→ Grave: nível referente a casos ocasionados por irresponsabilidade. Geralmente no primeiro caso já se aplica uma punição mais severa, porém não tão radical;

→ Muito grave: nível referente a casos ocasionados pela falta de bom senso, ética e afins. Geralmente no primeiro caso já se aplica uma punição mais severa e radical.

Decisão:

Ao comando e supremacia observará o grau dos erros cometidos, visando a aplicação de punições que convêm com os infratores.

Funcionamento geral para Oficiais Executivos

Os Oficiais Executivos são cargos que só são ocupados na base da compra e os mesmos possuem equivalência em relação aos Oficiais Militares. As compras devem ser efetuadas para algum diretor da CNI™ e é importante ressaltar que não nos responsabilizamos, conforme artigos anteriores, por roubos na sede.
Os Oficiais Judiciais trabalham normalmente assim como os Oficiais Militares e, portanto, são promovidos da mesma forma após o início do trabalho.

Preços de Oficiais Executivos:

Assessor - *
Analista - *
Auditor - *
Comissário - 1 Raro LTD.
Corregedor - 2 Raros LTD.
Executivo - 3 Raros LTD.
Conselheiro - 5 Raros LTD.
Administrador - 6 Raros LTD.
Promotor - 8 Raros LTD.
Desembargador - 9 Raros LTD.
Acionista Majoritário - 12 Raros LTD.
Chanceler - 15 Raros LTD ou 1 super ( Ex: Totem, Serpente Wired etc. )

* - Os cargos marcados com este símbolo não tem valor estimado, por infelizmente não ter raros que se igualem a sues valores. Servindo apenas caso haja um rebaixamento de um oficial executivo.

Promoções, Rebaixamentos e Cargos


(Mínimo de dias de Promoção)
Recruta - Policial-Militar: 0 dias
Policial-Militar - Cabo: 1 dia
Cabo - Sargento: 5 dias
Sargento - Subtenente: 5 dias
Subtenente - Aspirante: 5 dias
Aspirante - Tenente: 10 dias
Tenente - Capitão: 10 dias
Capitão - Major: 10 dias
Major - Coronel: 10 dias
Coronel - General: 10 dias
General - Marechal: 10 dias
Marechal - Comandante: 10 dias
Comandante - Comandante Geral: 10 dias

(Treinamentos & Supervisões necessárias para Cada Patente)

Recruta - Treinamento p/ Recrutas
Policial-Militar - Curso de Formação de PMs/Supervisão Inicial
Cabo - Treinamento de Graduação de Cabos
Sargento - Treinamento de Formação de Sargentos/Treinamento de Conhecimentos Gerais
Subtenente - Treinamento de Especialização de Subtenentes/Formação de Instrutor/Treinamento Avançado
Aspirante-à-oficial - Curso de Nível Superior/Treinamento de Capacitação


Última edição por GusttaXD em Ter Jan 24, 2017 4:13 pm, editado 1 vez(es)
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum